Pesquisar neste blog

Origem das Visitas

AROLDO FILHO

https://www.facebook.com/DelfosJornal GRUPO AROLDO FILHO NO FACEBOOK

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

CENSURA AO BLOG DO NOEL JÚNIOR


Outra vez um blogueiro sofre censura, desta fez como já ocorreu antes, por causa de um comentário de um leitor. A vítima dessa vez foi Noel Júnior do Estado do Rio de Janeiro.

Dessa vez não fecharam o blog, como fizeram com o jornalista Esmael Moraes, lembram deste caso? Com Noel Júnior houve um mandado de apreensão de seu computador cumprido por policiais armados e um oficial de justiça local.

ATEU POETA

Veja mais no blog do Noel Júnior: http://noeljunior10.blogspot.com/2011/10/familia-de-blogueiro-e-constrangida-com.html

Da reforma protestante ao movimento pentecostal


Texto: Joseclei Nunes (@JosecleiNunes)


No dia 31 de outubro, o mundo protestante comemora mais um no da famosa reforma protestante. Muitos tempos antes desde o tempo da criação da igreja católica aconteceram alguns movimentos que não aceitavam o poder da igreja católica e do próprio Papa. Mas desde quando Lutero colocou as 95 teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, protestou contra diversos pontos da doutrina da Igreja Católica, houve muitas divisões dentro de mundo protestante, onde hoje, como por exemplo no Brasil, temos o movimento pentecostal e neo pentecostal onde mais cresce.

Tudo se inicia basicamente com a pré reforma que tem suas origens em uma denominação cristã do século XII conhecida como Valdenses, que era formada pelos seguidores de Pedro Valdo, um comerciante de Lyon que se converteu ao Cristianismo por volta de 1174. Ele decidiu encomendar uma tradução da Bíblia para a linguagem popular e começou a pregá-la ao povo sem ser sacerdote. Ao mesmo tempo, renunciou à sua atividade e aos bens, que repartiu entre os pobres. Desde o início, os valdenses afirmavam o direito de cada fiel de ter a Bíblia em sua própria língua, considerando ser a fonte de toda autoridade eclesiástica. Eles reuniam-se em casas de famílias ou mesmo em grutas, clandestinamente, devido à perseguição da Igreja Católica Romana, já que negavam a supremacia de Roma e rejeitavam o culto às imagens, que consideravam como sendo idolatria.

Apesar de acontecer a reforma protestante, muitos daquela época continuaram com algumas práticas da igreja católica como a inquisição protestante, a guerra dos trinta anos, o anti-semitismo, as brigas recentementes na Irlanda do Norte e no Brasil, a famosa Bancada Evangélica e a perseguições as religiões Espiritualistas e o movimento GLBT.

Com a reforma, houve retorno às Escrituras Sagradas  e, portanto, ao Cristianismo primitivo e apostólico -, entendemos que esse movimento, na prática, dividiu os cristãos ocidentais em Católicos e Protestantes que aconteceu até os meados do século XX não havia uma terceira opção para o Cristão. Até chegar ao movimento pentecostal, houve se muitas mortes, intrigas e algumas separações.

Após de da reforma protestante com Lutero, o protestantismo começou a difundir por toda parte da Europa com o João Calvino e os Calvinistas, A Dinamarca passou a ser protestante com o reinado de Cristiano III que com sua soberania se estendeu na Noruega e Suécia, onde na Noruega, soldados Luteranos demoliram algumas igrejas católicas e bispos foram expulsos. A reforma também chegou a países como Finlândia e Hungria que se difundiu através de diretrizes étnicas e na França com os Huguenotes, onde depois houve vários massacres, e muitos dizem que foi talvez o estopim de ideologias como o iluminismo e o próprio deísmo.

Com passar do tempo, a reforma protestante havia dividido a Europa em duas partes. Os estados católicos e os estados protestantes onde a divisão percorria o próprio Sacro Império Romano: a maior parte dos Estados alemãs setentrionais tornou-se luterana ou calvinistas, enquanto os meridionais continuaram com Roma.

Nesse período houve a guerra dos trinta anos e o crescimento do protestantismo, houve também a famosa inquisição protestante que apesar quantidade de registros literários dos próprios protestantes é vasta, porém, estranhamente ocultada pelos livros escolares, pela imprensa e mídia em geral. Muitas vezes vemos o que é omitido pelo lado protestante sendo por esses veículos, atribuídos maldosamente à Igreja Católica.
- O próprio Lutero nos legou o relato dessa prática, anos antes de lançar-se em revolta aberta, dizia: “(...) os hereges não são bem acolhidos se não pintam a Igreja como má, falsa e mentirosa. Só eles querem passar por bons: a Igreja há de figurar como ruim em tudo.” (Franca, Leonel, S.J. A Igreja, a reforma e a civilização, Ed. Agir, 1952, 6ª ed. Pág. 200).

Logo a mentira, a omissão e o falso testemunho se tornaram a coluna da doutrina dos pseudos “reformadores” protestantes.

A crueldade foi especialmente severa na Alemanha protestante. As posições de Lutero, contra os anabatistas, causaram a morte de pelo menos 30.000 camponeses.

Calvino, pai dos presbiterianos, mandou queimar o espanhol Miguel Servet Grizar, médico descobridor da circulação sanguínea. Acusado de heresia, Servet foi preso e julgado em Lyon, na França. Conseguiu evadir-se da prisão e quando se dirigia para a Itália, através da Suíça, foi novamente preso em Genebra, julgado e condenado a morrer na fogueira, por decisão de um tribunal eclesiástico sob direção do próprio Calvino. A sentença foi cumprida em Champel, nas proximidades de Genebra, no dia 27 de outubro de 1553. Puseram-lhe na cabeça uma coroa de juncos impregnada de enxofre e foi queimado vivo em fogo lento com requintes de sadismo e crueldade.

Se os protestantes do passado nenhum valor davam a essas muitíssimas vidas ceifadas no fogo, muito menos valor dão os protestantes de hoje, que por ignorância, orgulho ou omissão, se escusam de um simples pedido de perdão, para não ter que admitir as iniqüidades que falaciosamente atribuem aos outros.
Sem falar que os reformadores brigavam entre si...

Lutero disse: “Ecolampaio, Calvino e outros hereges semelhantes possuem demônios sobre demônios, têm corações corrompidos e bocas mentirosas”. Por ocasião da morte de Zwínglio, afirmou: “Que bom que Zwínglio morreu em campo de batalha! A que classe de triunfo e a que bem Deus conduziu os seus negócios!”, e também: “Zwínglio está morto e condenado por ser ladrão, rebelde e levar outros a seguir os seus erros”.

Zwínglio também atacava Lutero: “O demônio apoderou-se de Lutero de tal modo que até nos faz crer que o possui por completo. Quando é visto entre os seus seguidores, parece realmente que uma legião o possui”.
Acerca da Reforma, disse Rousseau: “A Reforma foi intolerante desde o seu berço e os seus autores são contados entre os grandes repressores da Humanidade”. Em sua obra “Filosofia Positiva”, escreveu: “A intolerância do Protestantismo certamente não foi menor do que a do Catolicismo e, com certeza, mais reprovável”.

Talvez essa entre os próprios reformadores, tenha causado uma divisão no mundo protestante que posteriormente surgiu os movimentos pentecostais e neo pentecostais.

Toda história surge de uma outra história. Muitos lideres de igrejas pentecostais vieram de igrejas protestante tradicionais. Igrejas como Luterana, Calvinista, Presbiteriana, Metodista e batistas, onde são as mais antigas.
O pentecostalismo está dentro de um gênero de manifestação religiosa que chamamos de entusiasmo religioso. Entusiasmo vem de “en” (prefixo que significa dentro) e “Theos”, que é Deus, e significa Deus dentro, sendo uma palavra de origem religiosa. E as manifestações entusiásticas ou carismáticas, como também são chamadas, têm ocorrido no cristianismo desde seus primórdios. A primeira que se conhece na história da igreja foi o movimento montanista, na segunda metade do segundo século, mais ou menos por volta do ano 170. Esse movimento ocorreu na Ásia menor, atual Turquia, numa região chamada Frigia, e o fundador foi o profeta cristão Montano, que se considerava o porta-voz do Espírito Santo, e anunciou para breve o fim do mundo. Ele era acompanhado por duas profetisas: Maximila e Priscila. Era um movimento tipicamente carismático, apelando para novas revelações, relativizando o valor da igreja, dos bispos e da própria Bíblia. Mas, depois, ao longo do tempo, da Idade Média, houve muitos movimentos desse tipo, movimentos pequenos, que acabavam sendo objeto de forte repressão por parte da igreja oficial, e não duraram muito tempo. Com certeza, depois da Reforma Protestante, multiplicaram-se essas manifestações entusiásticas, principalmente em conexão com avivamentos. O pentecostalismo tem uma genealogia. É filho de um movimento, surgido nos Estados Unidos, chamado Holiness, ou santidade; este, por sua vez, é filho do metodismo, que é filho do anglicanismo. Essa seria a genealogia do movimento pentecostal.
O surgimento do chamado pentecostalismo moderno – porque houve algumas manifestações do tipo pentecostal em outros séculos da história da Igreja - surgiu nos primeiros anos do século XX, exatamente a partir de 1901, em diferentes pontos dos EUA. Houve uma primeira manifestação no estado do Kansas, na cidade de Topeka, mas o que deu realmente notoriedade e fama para o movimento pentecostal inicial e o que começou a torná-lo um movimento internacional foi o famoso Avivamento da Rua Azusa , em Los Angeles, em 1906. Esse episódio se deu sob a liderança de um pastor negro chamado William Seymour . Como tinham pessoas de muitas etnias e nacionalidades participando deste avivamento da Rua Azusa, isso contribuiu para a rápida difusão do movimento, não só nos Estados Unidos, mas em outros países. Tanto é que, quatro anos depois, o pentecostalismo chegou no Brasil. No entanto, dentro de pouco tempo, houve outra cidade dos Estados Unidos que se tornou um grande centro do movimento pentecostal: Chicago.

Aqui, no Brasil, o movimento começou em 1910, com a Igreja Congregação Cristã no Brasil, através de um pregador chamado Luigi Francescon , o pioneiro pentecostal no Brasil. No ano seguinte, em 1911, chegou o segundo grupo, Assembleia de Deus. Francescon baseou suas atividades em São Paulo, e a Assembleia de Deus, em Belém do Pará. Daniel Berg  e Gunnar Vingren , dois missionários suecos que tinham sido batistas e depois se tornaram pentecostais, foram os fundadores da Assembleia de Deus no Brasil. Isso significa que essas duas igrejas agora estão completando seu centenário. Segundo Paul Freston , um sociólogo muito conhecido nos meios evangélicos e um grande estudioso do protestantismo brasileiro, há três ondas, três períodos de implantação do pentecostalismo no Brasil. A primeira onda é representada por essas duas igrejas antigas. A segunda onda é dos anos 40 e 50, quando o pentecostalismo se tornou mais urbano, e surgiram igrejas como a do Evangelho Quadrangular , a Igreja Pentecostal o Brasil para Cristo  e, um pouco depois, a Igreja Deus é amor . E a partir dos anos 70, a terceira onda, que é o neopentecostalismo, começou com a Igreja Universal do Reino de Deus, de Edir Macedo , que foi fundada em 1977, no Rio de Janeiro. Outras dessa onda são a Igreja Internacional da Graça de Deus e a Igreja Mundial do Poder de Deus ; inclusive os nomes são muito parecidos.

O advento do Pentecostalismo é algo tão grande quanto a Reforma Protestante. Em termos de importância e grandeza, podemos dizer: o movimento Pentecostal é exatamente do mesmo tamanho da Reforma Protestante. Por conta desse tamanho, não pode ser incluído como um subtópico ou conseqüência da Reforma. Não caberia; é muito grande para isso.  Assim como a Reforma Protestante está para o Catolicismo, o Pentecostalismo está para a Reforma Protestante. O Pentecostalismo é um movimento completamente novo, no sentido de ser completamente outro. Verdadeiramente uma nova Reforma Religiosa, que os historiadores, num futuro distante, possivelmente, chamarão de “a Reforma Pentecostal”.  A primeira Reforma, a do século XVI, distanciou o cristianismo do Catolicismo Romano, a segunda, a Pentecostal, no século XX, promoveu essa reaproximação, em diversas frentes, como demonstraremos.  A Reforma Pentecostal é, de fato, um movimento que trouxe para o cristão ocidental uma terceira opção, antes inexistente. Agora o Cristão ocidental, pode ser:

 a) Católico Romano;
 b)  Protestante;
 c)   Pentecostal.

Cabe aqui também uma breve abordagem sobre o neopentecostalismo. Antes de qualquer coisa, precisamos entender que o neopentecostalismo não possui, à semelhança da Reforma Protestante e da Reforma Pentecostal,  status de Reforma Religiosa. Ele é, antes, um subtópico do Pentecostalismo. Ele cabe perfeitamente dentro do Pentecostalismo. Ou seja, todas as igrejas neopentecostais continuam sendo, em última análise, igrejas Pentecostais, diferindo apenas no  grau de variação das práticas e premissas  pentecostais, cujo cordão umbilical e DNA, entretanto, poderão, facilmente, ser encontrados na Rua Azuza – local onde, historicamente, se reconhece o marco zero do Pentecostalismo, aqui  entendido como uma “a nova Reforma Religiosa”. Portanto, é um grande erro histórico classificar igrejas como Renascer, Universal, Mundial do Poder de Deus, Internacional da Graça de Deus, Sara Nossa Terra e todas as outras “novas igrejas” que seguem essa mesma linha, de igrejas Protestantes.  Elas não têm absolutamente nada a ver com a Reforma Protestante. São fruto, responsabilidade e culpa única e exclusivamente da  Reforma Pentecostal do Século XX.

O pentecostalismo produziu transformações gigantescas no protestantismo brasileiro. Até o surgimento do pentecostalismo, o protestantismo era composto pelas chamadas igrejas tradicionais ou históricas da Reforma. A partir do pentecostalismo, houve uma mudança radical, primeiro um crescimento exponencial do protestantismo brasileiro por causa do crescimento pentecostal, e depois os pentecostalistas introduziram, no protestantismo brasileiro, inclusive nas igrejas históricas em maior ou menor grau, uma série de crenças e práticas que hoje influenciam bastante principalmente o chamado evangelicalismo brasileiro. As pregações ao ar livre, os cultos evangelistas com apelos fortemente emocionais, um novo estilo de música, as manifestações físicas, com pessoas levantando as mãos e batendo palmas, dizendo glória, aleluia etc., tudo isso é herança do movimento pentecostal. No que diz respeito ao neopentecostalismo, essa explosão imensa representada por igrejas gigantescas, como a Igreja Universal do Reino de Deus e sua nova teologia, diferente do pentecostalismo tradicional, que é a Teologia da Prosperidade, trouxe todo um conjunto novo de valores e práticas que os pentecostais e os protestantes desconheciam até então. No protestantismo tradicional sempre houve uma extrema valorização da vida espiritual, das realidades transcendentais em contraste com as realidades do mundo material, que era considerado de menor importância para o crente. O neopentecostalismo defende que não tem problema em aceitar esse mundo, de querer ser rico e importante, porque isso é bênção de Deus.

O legado do pentecostalismo é misto. Ele trouxe contribuições valiosas, mas também trouxe elementos extremamente problemáticos e preocupantes para o protestantismo brasileiro, por exemplo, o personalismo, o culto da personalidade através desses líderes, que são quase que idolatrados por muitas igrejas e que fazem questão de criar entre seus fiéis uma profunda veneração por eles. A riqueza e o sucesso são apontados como provas da fidelidade a Deus e das benções de Deus sobre a vida das pessoas, criando uma espiritualidade individualista, egocêntrica, onde a pessoa só busca seus projetos e objetivos pessoais, deixando de lado os interesses da comunidade.

Era assim que pensavam os reformadores. É assim que pensam os Reformados até hoje.  Agora, perguntamos: É assim que pensam os Pentecostais?

A busca frenética pelo reconhecimento pessoal no meio Pentecostal é algo gritante. Muitos jovens se martirizam psicologicamente para ter “o dom de línguas estranhas”, por exemplo. Com que objetivo? Edificar a igreja? Absolutamente. Com o fim de serem reconhecidos como “homens e mulheres de Deus”. Isso, em última instância redunda em glória pessoal e particular, além de render cargos. Cargos que inclusive possuem natureza hierárquica, o que possibilita uma nova ponte à idéia de clero do Catolicismo Romano, passando pelo “cargo” de presbítero, evangelista e evoluindo aos diversos tipos de pastores, numa escalada gradual, sendo o posterior superior ao imediatamente anterior. 

De todo esse estado de “glorificação velada do homem”, característica peculiar do humanismo - principal influenciador do Pentecostalismo, decorre a variação encontrada nas igrejas neopentecostais: a figura do Apóstolo, que pressupõe um grau extremamente alto e superior em relação aos demais líderes da igreja. Só não se sabe onde essa escala hierárquica de poder eclesiástico vai parar.

Há também a glorificação dos “profetas” e “profetisas” que não possuem, necessariamente, um cargo, muito embora seja o objetivo de muitos deles. Esses são “eleitos” pelo próprio povo para receberem a glória do reconhecimento. Esses têm uma oração mais poderosa que os demais. Com esses, dizem seus admiradores, Deus fala coisas profundas e misteriosas. Uma das principais frases de Malafaia, por exemplo, para trazer alguma espécie de “maldição” aos seus oponentes é “sou profeta de Deus”. Isso requer para si uma espécie de contato direto com Deus, o que lhe confere um poder extremamente grande.

Diante disso, podemos afirmar: o pressuposto Pentecostal que contrasta com o “Soli Deo Glória” é: Deus seja glorificado, mas também o “homem e a mulher de Deus".

Esse pressuposto Pentecostal pode até estar correto e o da Reforma Protestante errado. Mais uma coisa é certa: são completamente diferentes. Além disso, são auto-excludentes. Não há possibilidade de conciliação entre eles.

Agora decida: o Pentecostalismo tem algo a ver com a Reforma Protestante? Os pressupostos do Pentecostalismo são convergentes ou divergentes em relação ao pressupostos da Reforma Protestante do século XVI?

Desde a reforma protestante onde Lutero não concordava com o poder da igreja católica, das indulgencias que ela colocava até os tempos de hoje, o movimento protestante mudou muito. Desde pensamentos e idéias diferentes, como a de Jhon Wesley e o metodismo, que de sua divisão veio o metodismo wesleyano. Dos anabatistas aos batistas para batistas reformados.

Lutero, mesmo como todo seu anti-semitismo como no livro sobre judeus e suas mentiras, que talvez tenha inspirado Adolf Hitler a fazer o que fez com os judeus, já que esse livro não foi traduzido para o português, mas Hitler o admirava e talvez tenha lido o livro como inspiração, como diz Dawkins, mas mesmo assim Lutero, foi um exemplo de coragem, numa época, onde criticar a igreja católica era fogueira, ele lutou, traduziu a bíblia do latim para o alemão, de sua coragem, passaram-se épocas como o renascimento, iluminismo e entre outros. Ele usou a forma mais simples de se entender o evangelho e chegar a Deus, diferente do movimento pentecostal que hoje usa sua doutrina para demonizar, enriquecer e pelo jeito que anda, trazer de volta aquela forma de condenar, como um dia foi a igreja católica, onde Lutero tanto condenou...



Fontes:
Livro Negro do Cristianismo
Wikipédia
Filosofia Calvinista

sábado, 29 de outubro de 2011

LULA ESTÁ COM CÂNCER


Lula está com câncer de laringe e se prepara para a quimioterapia.

ATEU POETA

COCA-COLA, AMBEV E SCHINCARIOL DIMINUIRÃO BENZENO EM SEUS REFRIGERANTES


Benzeno é uma substância ocasionada da junção de dois ácidos, o ascórbico (vitamina C) + benzóico, podendo ocasionar doenças sanguíneas . Essa substância se forma mais em refrigerantes light e diet por causa da redução do açúcar.

Foi encontrado benzeno em 7 marcas testadas pela Pro Teste: Fanta Laranja Light, Sukita Zero (ambas com concentração de benzeno acima do limite recomendado pela Anvisa)  Dolly Guaraná tradicional e lightFanta Laranja tradicionalSukita tradicionalSprite Zero.

ATEU POETA



sexta-feira, 28 de outubro de 2011

ZEZÉ DI CAMARGO E LUCIANO, SERÁ O FIM?


Luciano anunciara o fim da dupla em show, mas Zezé desmentiu o final da dupla.

ATEU POETA


Veja mais: http://www.parana-online.com.br/colunistas/207/88837/

FALSA NOTÍCIA SOBRE MÚSICA DE GABRIEL O PENSADOR


Se espalha na internet a notícia falsa de que a música "Pega ladrão" do Gabriel O pensador teria sido censurada, ao que parece desde o ano passado, pelo menos. Todavia, ao que consta ela seria de 2001 e estaria gravada em C.D. do cantor.

Embora não censurada ela fala verdades a respeito da política e vale à pena conferir.

ATEU POETA 

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

A Blizzard anunciou a quarta expansão do Mmorpg World of Warcraft. A nova atualização se chamará Mists of Pandaria e contará com aspectos culturais, arquitéticos e estilos de luta inspirados na China. Ainda não há previsões para uso de Demo da nova área. Se baseando na cronologia da empres é possível que a expansão seja lançado no fim de 2012.

MAIS UM ASSALTO EM PALMÁCIA


A cada dia os criminosos estão mais ousados. Dessa vez explodiram o caixa eletrônico.
Nesse últimos 7 anos foi pelo menos o 6° assalto à serra de Baturité.
O que será preciso ser feito para dar vida ao pode público do interior do Ceará?

Essa já é pelo menos o 3° assalto em Palmácia, fora 2 em Pacoti e um a Mulungu de 2004 pra cá.

Quando o policiamento do interior será reforçado?

Se não perdi as contas, do ano passado pra cá houve pelo menos 22 assaltos ao interior do Estado.
Já está mais que na ora de as autoridades competentes tomarem alguma alguma medida efetiva como por exemplo reforçar o policiamento para 1 soldado a cada 500 habitantes.

É uma grave carência urgentíssima!

ATEU POETA

Veja a notícia no Diário do Nordeste:


terça-feira, 25 de outubro de 2011

Cristina Kirchner e a derrota da mídia golpista argentina


"A Lei não é para controlar ninguém, mas para impedir que o povo seja controlado." Cristina Kichner sobre a Ley de Medios, que regulamenta a mídia na Argentina.


Texto de Joseclei Nunes (@JosecleiNunes)


América Latina assistiu, neste final de semana, a um dos capítulos mais sólidos do processo de fortalecimento democrático do continente. No domingo (23), 54% dos argentinos respaldaram a atual gestão de Cristina Kirchner. A vitória acachapante da atual presidente, que concorria à reeleição, é uma mostra do avanço dos povos latino-americanos rumo a uma administração independente, com crescimento econômico respaldado por maior justiça social e soberania.

Esse movimento progressista na América se estende por mais de uma década, tendo como expoentes no continente os governos de Argentina, Bolívia, Brasil, El Salvador, Equador, Nicarágua, Paraguai, Uruguai, Venezuela, além de Cuba – que há meio século desafia o governo estadunidense, responsável pelo criminoso bloqueio econômico imposto à ilha. Historicamente considerados “quintal” dos Estados Unidos, esses países romperam com o Consenso de Washington vigente durante a década de 1990 e ousaram reivindicar a independência dos povos, tendo como prioridade os avanços na área social e a consolidação do vitorioso processo de fortalecimento de uma América Latina soberana, que caminha para a superação das desigualdades e injustiças do continente.

A vitória de Cristina Kirchner também deveria servir de lição ao Brasil. Ela representa uma dura derrota da mídia monopolizada e manipuladora, que ergueu seu império durante a ditadura militar argentina. Os meios de comunicação, em especial o poderoso Grupo Clarín, fizeram de tudo para desestabilizar e derrubar o governo de Cristina, rotulado de “populista e esquerdista”.

A mídia golpista chegou a insuflar um locaute dos barões do agronegócio, que paralisou e desabasteceu o país. Durante todo o seu governo, a imprensa produziu factóides, travestindo-se de “ética”, para desgastar a presidenta. Ela nunca reconheceu os avanços políticos, econômicos e sociais do governo. Filhote da ditadura, a mídia nunca abandonou o receituário neoliberal.

Mas Cristina Kirchner não se dobrou à pressão da imprensa golpista. Nunca ficou de “namoricos” com os donos da mídia. O seu governo submeteu ao debate na sociedade uma nova lei sobre comunicação, a famosa Ley de Medios. O novo marco regulatório, aprovado em outubro de 2009, determina o fim do monopólio na rádio e TV e incentiva a pluralidade e diversidade informativos.

O grande triunfo foi baseado fundamentalmente no crescimento econômico que o país atravessa, na ausência de uma oposição unificada, e pelo fato de o primeiro período do governo de Cristina Kirchner (2007-2011) "ter se mantido dentro dos limites do populismo", considerou o professor de relações internacionais Carlos Romero, da Universidade Central de Venezuela.

"Essa esquerda populista tem sido uma característica de nossa política (na América Latina) em todo o século XX e nesta parte do século XXI", com uma forte presença do Estado e do partido oficial, ressaltou.


Para quem, enfim, ainda se pergunta pelas razões da vitória de Cristina Kirchner, um pouco de números talvez ajude a encontrar a resposta. Para começo de conversa, a economia cresce ao ritmo de mais de 6% ao ano. O desemprego é baixo, a maior parte dos trabalhadores chegou a acordos que asseguraram ganhos salariais reais, os programas sociais do governo atendem a milhares de famílias. Um dos muitos subsídios atende a três milhões e meio de menores de 18 anos de idade, com a única condição de que freqüentem a escola e façam as vacinações obrigatórias. Em quatro anos – entre 2007 e 2010 – a pobreza baixou de 26% a 21,5% da população.

A oposição feroz dos grandes conglomerados dos meios de comunicação, a resistência desrespeitosa dos grandes magnatas do campo, as chantagens dos grandes barões da indústria, a virulenta má vontade das classes mais favorecidas, tudo isso somado não foi capaz de abalar o prestígio da presidente. Ela conquistou apoio de amplas faixas do eleitorado mais jovem, abriu espaço junto aos profissionais liberais, recebeu o voto massivo dos pobres.

Tudo indica que o terceiro mandato do partido Peronista na Argentina vai aprofundar as mudanças iniciadas em 2003. Oxalá que assim seja e que possamos tomar como exemplo os avanços conseguidos pelo país vizinho. De acordo com Patricio Echegaray, secretária-geral do Partido Comunista da Argentina, em artigo publicado em seu blog, a mudança estrutural no capitalismo da Argentina “é a única forma de impedir a ofensiva restauradora das direitas ou uma possível descomposição que pode afetar o chamado projeto nacional”.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

126 VAGAS PARA PROCURADOR GERAL DA REPÚBLICA


Vagas por Estado : Acre: Rio Branco (2);
Alagoas: Maceió (1);
Bahia: Salvador (8), Guanambi (1);
Ceará: Fortaleza (3);
Distrito Federal: Brasília (5);
Espírito Santo: Vitória (2);
Goiás: Goiânia (3);
Maranhão: São Luís (1);
Mato Grosso do Sul: Campo Grande (1);
Minas Gerais: Belo Horizonte (7), Juiz de Fora (2), Uberlândia (1);
Paraná: Curitiba (3), Campo Mourão (1), Cascavel (1), Francisco Beltrão (1), Guarapuava (1), Londrina (2), Paranaguá (1), Paranavaí (1), Ponta Grossa (1), Umuarama (1);
Rio de Janeiro: Rio de Janeiro (11), Itaperuna (1), Macaé (1), Niterói (1), Petrópolis (2), Resende (1), São Gonçalo (1), Teresópolis (1), Volta Redonda (4);
Rio Grande do Norte: Natal (2);
Rio Grande do Sul: Porto Alegre (6), Bagé (1), Bento Gonçalves (1), Caxias do Sul (1), Lajeado (1), Novo Hamburgo (4), Santa Cruz do Sul (1), Santa Maria (1), Santana do Livramento (1);
Rondônia: Porto Velho (1);
Santa Catarina: Florianópolis (1), Blumenau (2), Chapecó (1), Joinville (1), Lages (1), Tubarão (1);
São Paulo: São Paulo (5), Araçatuba (1), Araraquara (1), Assis (1), Bragança Paulista (1), Jaú (1), Jundiaí (1), Osasco (1), Ourinhos (1), Presidente Prudente (2), Ribeirão Preto (2), Registro (1), São Bernardo do Campo..1), São Carlos (1), São João da Boa Vista (1), São José do Rio Preto (2), São José dos Campos (1), Taubaté (1), Tupã (1).

ATEU POETA


Formulário de inscrição no site: www.pgr.mpf.gov.br

DEUS EXISTE

A Manipulação pelo Desconhecido


A Manipulação pelo Desconhecido

Para a velha igreja, o demônio não é mera personificação arquetípica do mal, como ocorre nos mitos, mas sim, um ser com status metafísico e que tem como ocupação exclusiva e irremediável a prática de maldades. Operando como princípio ativo do mal, o anjo caído é o portador da mentira, do vício, da dor e da desgraça, enquanto habita o imaginário humano desde os primórdios do cristianismo, com uma força intermitente e sorrateira que persiste ao tempo.
Agora, o malfeitor é reverenciado através do discurso “marqueteiro” da nova indústria religiosa. A satanização voltou à moda e é o foco operacional de algumas seitas. O novo diabo não aparece mais rabudo e chifrudo como outrora, mas ainda carrega a acusação de se ocultar por detrás das doenças do mundo e, nas igrejas, se esconde na imoralidade, na pedofilia e na ganância.
Apesar da humanidade ter superado um longo período de superstições e dogmas ultrapassados, o gênio do mal, em pleno século XXI, conta com uma revalorização de sua influência. Não faltam exorcistas de plantão a espera da oportunidade de expulsá-lo em troca de uma generosa contribuição.  Durante mais de trezentos anos, a pretensa purificação pirotécnica da igreja, sob o insuspeito controle papal, torturou e assou muita gente nas fogueiras repressoras da Inquisição. Nada além de um jogo cênico que sensibiliza as supostas vítimas da possessão, desiludidas com a própria incapacidade de assumir o controle sobre a existência.  O perverso, acorrentado pelo poder da oração e untado pelo azeite sagrado é usado como pretexto para atender a diversas conveniências políticas.
A imagem do malvado não é mais do que uma representação do inconsciente coletivo para um processo no qual o homem transfere para o mito toda a maldade que existe dentro de si.  Dessa forma, fica o demônio responsabilizado pela parte maléfica do ser. Trata-se de um mito útil, porque lembra ao homem a sua própria animalidade, na forma de seus instintos básicos, isto é, aquela parte humana que não tem nada de divina. É justamente pelo cultivo do ódio e da agressividade, que o mito do demônio encontra forças para sobreviver.
Reflexão e autoconhecimento são os caminhos para a liberdade e implicam em deixar de segurar o capeta interior dentro de sua gruta.  É preciso encarar sua feiúra de frente e lidar de modo profundo e sincero com os piores aspectos humanos relegados ao inferno particular, aquele transpessoal sombrio no qual habita o prazer pela destruição e o egoísmo. O demônio de cada um supera a razão e tem plena capacidade de dominar. Ocultar a própria vergonha, projetando sobre os outros a maldade, só faz crescer, ainda mais, o preconceito e a condenação.  Já tivemos fogueiras e exorcismos o suficiente.

Wasil Sacharuk

sábado, 22 de outubro de 2011

O que significa deus na realidade para o ATEU?


ATEU: mas será que realmente há o infinito?
eu: e como fica o 333 666 e 999???
ATEU: a matemática não é perfeita
rsrsrsrsrs
eu: a ciencia não está perfeita porque é ditada por convenções
o 6sentido é o que você acha que poderia ser???
/\ [ ] ( )
qual matemática que você fala??? As grandezas de 10??? que é o padrão Americano???
ou a matemática dos hindus=Maias e Atlantes????
ATEU: todas
por que há números irracionais
é feita de frações
assim como tudo o que enxergamos como um todo
que na verdade é somente um emaranhado de combinações
você mesmo é um ser simbiótico
eu: o padrão Americano soluciona com 10 Decimais..... o padrão atlante e maia vigesimodecimal. O fator tempo demora mais para passar.
ATEU: tu entendeu o que eu falei?
por que 666 lembra 6,666
dízimas periódicas
sinal de exatidão
eu: o que percebemos que as pessoas estão se desvirtuando do assunto principal... Elas ficam com medo da Besta que não tem nada haver
Besta deus e diabo ou cristo não existem
simbiótico é a dualidade
ATEU: multiplicidade
o que julgamos por inteiro é múltiplo
por exemplo em você há ferro, carbono, alumínio, bactérias, vermes, água, etc
mas eu só vejo você
numa imagem externa
e julgo o que você é por ela
Enviada às 02:53 de domingo
eu: sim é isso que falo as pessoas percebem 333 e ficam com medo do 666 por acharem ser o número apocalíptico da besta ou aberrações parecidas.... Tudo ylusão que o profeta fala e ninguém quer saber
mas o 666 não é nada que ser o
333 duplicado e com o mesmo valor numérico cabalístico.
que resulta no mesmo do 999
ATEU POETA: não vêem as frações
só o inteiro
sem aprofundar
na análise
análise vital para a razão
eu: elas ficam grudadas no 333 e não conseguem ultrapassar o 666 que chegaria no portal da dimensionalidade 5.... o 999
ATEU POETA: como testar o é para a ciência
na verdade as coisa são em 3d
a gente vê em 2 e o nosso cébro interpreta como 3
eu: sim aí que está o 6 sentido que elas não imaginam ou imaginam estar acima da montanha..../\
ATEU POETA: se houvesse
mais de 3
não conseguiríamos ver
nem vemos em 3
e ia exigir um cérebro maior
pra imaginar, talvez
eu: estamos na 4a e não percebemos. Mas estamos adentrando na 5a
as galinhas e aves estão na 2d
porque nao sonham
elas não percebem o mundo invisível
percebemos nos sonhos
ou viajando em ASTRAL
ATEU POETA: viajante astral?
tá muito místico pra um ateu
rsrsrss
Enviada às 03:03 de domingo
eu: mas o que é um ATEU para você???
Enviada às 03:05 de domingo




ATEU POETA: que não crê em divindades
mas se não cre em divindades por que crer em outra coisa mística?
eu: barbaridade
ATEU POETA: barbaridade= extrangeirismo
uma vez que bárbaro é extrangeiro
rsrsrsr
rsrrs
rsrs
Enviada às 03:09 de domingo
ATEU POETA: pra que nos enganar pensando no imaterial?
5a, 6a, 99999a dimensão?
eu: 0,100000000000000
ou 1,0000000000000000000000
ATEU POETA: ou só 1
eu: é exatamente isso
ATEU POETA: a dimensão da inexatidão
do acaso que nos criou
e chamamos um dia de Deus
eu: mas o único onde está?? se ele foi entendido como único???
ATEU POETA: a matéria
eu: está no [ ]
:-|
Enviada às 03:14 de domingo
ATEU POETA: [ ]>
rsrsrsr
eu: voce quer que fale onde ela está???
está no 6sentido
que os judeus explicam e eles nao entendem
\/
[ ]
Enviada às 03:17 de domingo
eu: o que entendemos é muito simples
sem muito mistério
ATEU POETA: não há
além do sentido é sentimento
eu: preste a atençao
ATEU POETA: emoção, razão
e imaginação
eu: o que os homens rudes entendiam era que o homem teria que subir na montanha para atingir deus??? não é???
Enviada às 03:20 de domingo
eu: o tefilin mostra como é... [ /\ ]
ATEU POETA: depende
os xamãs não
eu: sim porque além disso tem outro símbolo \/
ATEU POETA: nem os que acreditavam nos deuses dormindo nas árvores
eu: que mostra o simplificado de tudo isso que eles não entenderam ainda
ATEU POETA: tem uma evolução
supostamente
os primeiros deuses
teriam sido elementos em si
depois animais
e depois homens elementais
e metamorfos
como hórus
(cabeça de falcão)
o deus cristão é uma mistura
eu: e vc entendeu o que estou falando???
ATEU POETA: os simbolos
^ exagono
o vértice pra baixo homem e pra cima a mulher




ATEU: até a extratosfera
eu: e o castiçal??? como ele é feito???
ATEU: o cálice?
eu: o castiçal hebraico
veja a forma quantas velas???
ATEU: nao lembro
eu: 7???
ATEU: são 3?
confundi castiçal com cálice
rsrrsrsrs
eu desconfio
que esse 7
vem do seth egípcio
já que roma copiara tudo
como ele era mau
então seu nome usado
para causar medo
70x7
serão os sinais que quem matar quem matou caim
ATEU: parece veias
e a uretra no centro
rsrsrsr
por que judeus fazem circuncizão?
seria pra diminuir o prazer sexual?
Enviada às 03:49 de domingo
ATEU POETA: será que há agu
alguma ligaçãol do nome 7 ao deus seth?
septuaginta. ou seja, os 70 sábios
do povo hebreu

Enviada às 03:52 de domingo




ATEU POETA: eu desconfio
que esse 7
vem do seth egípcio
já que roma copiara tudo
como ele era mau
então seu nome usado
para causar medo
70x7
serão os sinais que quem matar quem matou caim
ATEU POETA: parece veias
e a uretra no centro
rsrsrsr
por que judeus fazem circuncizão?
seria pra diminuir o prazer sexual?
será que há agu
alguma ligaçãol do nome 7 ao deus seth?
septuaginta. ou seja, os 70 sábios
do povo hebreu
ou os 72 que já falei na comu
que alguns dizem ser os 132 dos yluminatis
dos bilderbergues
ATEU POETA: gregos tb imitavm
egipcios
Enviada às 03:57 de domingo
ATEU POETA: bilderbergues?
eu: e o castiçal inscrito no tefilin tem \/ a foma triangular então significa que o deus não estaria acima mas voltado para onde???
sendo que a luz representada pelos 70 ou 72??? são as velas ou o deus???
Enviada às 04:00 de domingo



ATEU POETA
ATEU POETA: para o inferno?
eu: kkkkkkkkkkkkkkkk
ATEU POETA: aí deus e diabo são um só
eu: não deus é o homem. Ou o que o ATEU acredita?
nao! deus significa o homem
ATEU POETA: eu cheguei a essas conclusão com 16 anos
sem precisar saber disso tudo
rsrsrsr
rsrsr
rsrs
eu: esta é a prova de que deus está no 6 sentido
[ ] o cubo está dentro de onde??
ATEU POETA: não existe
eu: nao existe????
ATEU POETA: qual cubo?
eu: [ ]>
Enviada às 04:09 de domingo
ATEU POETA: pq tem que está dentro de algo?
eu: como o iluminado diz para quem acredita... nao pode ser visto nao é tocado mas está presente
está perfeitamente dentro de algo....
ATEU POETA: não existe
se existe será tocado
por algo
mesmo que não seja visto a olho nu
mas pra isso há microscópio
eu: ele não é visto, não pode ser tocado e não tem cheiro,
[ ]
vazio???
ATEU POETA: entao é imaginação
eu: é o sexto sentido
ATEU POETA: mesma coisa
não existe











ATEU POETA: eu desconfio
que esse 7
vem do seth egípcio
já que roma copiara tudo
como ele era mau
então seu nome usado
para causar medo
70x7
serão os sinais que quem matar quem matou caim
ATEU POETA: parece veias
e a uretra no centro
rsrsrsr
por que judeus fazem circuncizão?
seria pra diminuir o prazer sexual?
será que há agu
alguma ligaçãol do nome 7 ao deus seth?
septuaginta. ou seja, os 70 sábios
do povo hebreu
ou os 72 que já falei na comu
que alguns dizem ser os 132 dos yluminatis
dos bilderbergues
ATEU POETA: gregos tb imitavm
egipcios
Enviada às 03:57 de domingo
ATEU POETA: bilderbergues?
eu: e o castiçal inscrito no tefilin tem \/ a foma triangular então significa que o deus não estaria acima mas voltado para onde???
sendo que a luz representada pelos 70 ou 72??? são as velas ou o deus???
Enviada às 04:00 de domingo
ATEU POETA: para o inferno?
eu: kkkkkkkkkkkkkkkk
ATEU POETA: aí deus e diabo são um só
eu: não deus é o homem. Ou o que o ATEU acredita?
nao! deus significa o homem
ATEU POETA: eu cheguei a essas conclusão com 16 anos
sem precisar saber disso tudo
rsrsrsr
rsrsr
rsrs
eu: esta é a prova de que deus está no 6 sentido
[ ] o cubo está dentro de onde??
ATEU POETA: não existe
eu: nao existe????
ATEU POETA: qual cubo?
eu: [ ]>
Enviada às 04:09 de domingo
ATEU POETA: pq tem que está dentro de algo?
eu: como o iluminado diz para quem acredita... nao pode ser visto nao é tocado mas está presente
está perfeitamente dentro de algo....
ATEU POETA: não existe
se existe será tocado
por algo
mesmo que não seja visto a olho nu
mas pra isso há microscópio
eu: ele não é visto, não pode ser tocado e não tem cheiro,
[ ]
vazio???
ATEU POETA: entao é imaginação
eu: é o sexto sentido
ATEU POETA: mesma coisa
não existe
pq vazio em si é a ausência
e não a presença
eu: do ponto de vista do que eles imaginam sim
por isso que somos ATEUS
porque não acreditamos no que eles acreditam
ATEU POETA: dá pra atalhar
esse pensamento
eu: sim.kkkkkkkkk
ATEU POETA: com afirmações dos crentes
eu: ele está dentro de cada um de nós
ATEU POETA: no caso eu rebati comigo mesmo
eu: ele não está acima da montanha
ATEU POETA: quando era católico
eu: católico ou caótico??
ATEU POETA: dá no mesmo
pq eu vivia com medo do demo
isso é caos
eu: mas ele está dentro de cada um e somos o deus que não conseguimos ver nem tocar e nada ele é vazio
ATEU POETA: eu acabei com 90% dos meus pesadelos quando virei ateu
eu fiz um resumo
de como virei ateu
eu: tudo porque é dentro da cabeça do cérebro
o que acha de colocar essa conversa no blog na integra??
Enviada às 04:18 de domingo
pode ser
mas dá um lida
princípios básicos
deus está em todo lugar
logo é tudo
isso implica que eu sendo algo tb sou deus
o demo, sendo algo seria deus
tb
eu: sim está dentro de nós nao está em outro lugar
ATEU POETA: daí vc, deus, eu o diabo e qualquer outra coisa
eu: tudo depende da cabeça
ATEU POETA: são apenas complementos
de um todo
esse todo é o universo em si




esse todo é o universo em si
só que o universo em si não é vivo, logo
deus nunca teve vida
logo, o demo tb não
então, não haveria mais o que temer
e por isso sou ateu
Enviada às 04:23 de domingo
ATEU POETA: mas está aí o relato
eu: faz parte da imaginação humana que foi usada como símbolos ocultos. por isso que a humanidade não consegue sair do 333 e 666 e não atinge o 999
os mesmo símbolos são utilizados
há mil~enios
com o significado alterado
por que é mais fácil
dar outro significado
eu: sim é o que digo /\ [ ] ( )
ATEU POETA: que criar um outro novo
e que vingue
um exemplo
é o antu
eu: [ ] /\ ( )
ATEU POETA: que acabou virando diversas cruzes
eu: ( ) /\ [ ]
ATEU POETA: uma delas a cristã
eu: SIM
/\
[ ]
( )
NESTA FORMA PODE REPRESENTAR O HOMEM
cabeça tronco e membros
ATEU POETA: que homem feio
rsrsrsr
Enviada às 04:27 de doming