Pesquisar neste blog

Origem das Visitas

AROLDO FILHO

https://www.facebook.com/DelfosJornal GRUPO AROLDO FILHO NO FACEBOOK

sexta-feira, 23 de março de 2012

TRIBUTO A CHICO ANYSIO



Meu nome Márcia Denise, mas podem me chamar pelo nome artístico: Madê Corrêa. Paulistana que mora em Bauru a mais de 20 anos e adotou essa terra como sua de coração.
Sou atriz, diretora teatral, dramaturga e produtora...
Hoje saí para dar aula no Curso de Produção Audiovisual na FIB em Bauru, onde sou docente na Oficina de Direção ás 18h e só voltei quase 21h30.

Mas antes dei uma espiadinha nos sites de notícias para saber novidades a respeito do Chico Anysio...
Hoje pela manhã li no jornal que ele não estava nada bem...
Passei o dia todo meio angustiada, mas com uma certeza enorme de que o Grande Chico não nos deixaria.
Como pude imaginar uma heresia dessas? 

Por que ele não iria se encontrar com seus amigos numa outra dimensão?
Por que ele não iria fazer o povo todo rir lá em cima...ou lá em baixo, sei lá? 
Todos sabemos que Chico Anysio era o cara mais ateu que qualquer pessoa poderia imaginar. Mas mesmo assim ele sempre dizia: ”Sou ateu, graças a Deus!”, fazendo piada dele mesmo.

Porque o Chico não contava piada, ele era a própria piada...A piada pronta, na hora certa , no dia certo, no local certo e sempre dirigida à pessoa certa...
Não precisava falar palavrão para ter graça porque sua fala , apenas seu modo de falar já nos fazia rir...rir muito.

Aprendi com Chico Anysio, não pessoalmente, é claro, pois não tive esse prazer, mas através de suas personagens que o ator é antes de tudo um contador de causos...Causos como os do Pantaleão que perguntava à sua mulher: “-Mentira, Terta?” ao que ela respondia: “-Verdade!”. E eu me esborrachava de tanto rir...

E quando o Professor Raimundo fazia suas perguntas a seus estimados alunos e recebia as mais escabrosas respostas? Rachava de rir...

Quanta gente teve emprego até o fim de seus dias, por causa da Escolinha do Professor Raimundo. Quanto ator a quem ele estendeu seus braços carinhosos e disse: “Vem cá! Vem trabalhar comigo.Você é muito bom!” , quando todos nós sabemos que no nosso país viver de arte é apenas privilégio para poucos.

Mas Chico Anysio sabia disso e por causa disse é tão querido e vai fazer tanta falta entre nós.
Como agora a Salomé de Passo Fundo vai conversar com a Dilma Roussef?
Como fazer o Coalhada encontrar com o Neymar na Copa do Mundo para pedir uma chance, um autógrafo?

Como levar o Justo Veríssimo para o Senado numa reeleição em que só ele pode ser chamado, depois da tal da Ficha Limpa?

Como pedir ao Painho para dar uma chegadinha às escadarias da Igreja do Bonfim em dia de muita água?

Como mandar o Alberto Roberto fazer uma entrevista com o Boni depois do lançamento do seu livro?
Quanta coisa deixará de ser contada. Quanta história não iremos mais ouvir e muito menos rir, porque o Chico...aquele Chico...o velho Chico, que insistíamos para não estar velho e sim um pouco fora dos 40 anos, é, minha gente, o Chico se foi.

O pior é que nem sabemos pra onde...Ele não deixou o mapa e nem o endereço de correspondência....Nem no GPS a gente encontra ele mais...

O e-mail dele? Esqueçam! A caixa de endereço eletrônico está lotada e volta tudo...
Por isso que escrevo por aqui....

Chico Anysio, hoje, 23 de março de 2012 , vai a minha grande homenagem que não pude dar em vida, por morarmos tão distante...Mas agora a distância aumentou ainda mais e eu já sinto saudade antes mesmo de todos se despedirem de você.

Vai em paz, Chico! Brilhe por todo esse imenso palco onde todos os seus amigos antigos estão lhe esperando para o aplauso final!

Com muito carinho e admiração da atriz MADÊ CORRÊA!

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
A notícia da morte de Chico Anysio: