Pesquisar neste blog

Origem das Visitas

AROLDO FILHO

https://www.facebook.com/DelfosJornal GRUPO AROLDO FILHO NO FACEBOOK

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Carmen Lúcia e a Transparência do Judiciário.......


Transparência do Judiciário é imprescindível, diz Cármen Lúcia

– 19 DE ABRIL DE 2012POSTADO EM: GERAL
A nova presidente Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia, disse na noite desta quarta-feira (18) que a transparência do Judiciário é imprescindível. Em março, o STF decidiu manter os poderes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de investigar e processar juízes.
“Eu acho que a exposição (…) de toda sorte serviu para alertar o Poder Judiciário de que a transparência é imprescindível e precisa ser realizada. Quanto mais abertas forem as instituições, mais democrática é a sociedade”, disse em entrevista à Globo News, Cármen Lúcia, a primeira mulher no comando das eleições no país.
A ministra do STF tomou posse como presidente do TSE nesta quarta, durante solenidade na sede do tribunal, em Brasília. A cerimônia contou com a presença da presidente Dilma Rousseff, de ministros, governadores, parlamentares e autoridades. Atualmente, o TSE conta com quatro ministras – além da presidente, Nancy Andrighi, Laurita Vaz e Luciana Lóssio.
Defensora da aplicação da Lei da Ficha Limpa, Cármen Lúcia afirmou à Globo News que cabe ao cidadão fazer valer a lei que barra a candidatura de políticos condenados por órgãos colegiados. “Isto é uma grande mudança, essa lei veio da sociedade, e essa mudança realmente se implementa com a ação do cidadão no voto”.
A nova presidente Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia, disse na noite desta quarta-feira (18) que a transparência do Judiciário é imprescindível. Em março, o STF decidiu manter os poderes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de investigar e processar juízes.“Eu acho que a exposição (…) de toda sorte serviu para alertar o Poder Judiciário de que a transparência é imprescindível e precisa ser realizada. Quanto mais abertas forem as instituições, mais democrática é a sociedade”, disse em entrevista à Globo News, Cármen Lúcia, a primeira mulher no comando das eleições no país.A ministra do STF tomou posse como presidente do TSE nesta quarta, durante solenidade na sede do tribunal, em Brasília. A cerimônia contou com a presença da presidente Dilma Rousseff, de ministros, governadores, parlamentares e autoridades. Atualmente, o TSE conta com quatro ministras – além da presidente, Nancy Andrighi, Laurita Vaz e Luciana Lóssio.Defensora da aplicação da Lei da Ficha Limpa, Cármen Lúcia afirmou à Globo News que cabe ao cidadão fazer valer a lei que barra a candidatura de políticos condenados por órgãos colegiados. “Isto é uma grande mudança, essa lei veio da sociedade, e essa mudança realmente se implementa com a ação do cidadão no voto”.
fonte G1