Pesquisar neste blog

Origem das Visitas

AROLDO FILHO

https://www.facebook.com/DelfosJornal GRUPO AROLDO FILHO NO FACEBOOK

quarta-feira, 18 de julho de 2012

PORTO À DERIVA



PORTO À DERIVA

Teu olhar ludibria a brisa mais tênue da razão
No minuto em que some a multidão
Anestesia a dor da solidão
És fantasia dos meus sonhos mais profundos

A mais linda poesia de poeira cósmica na explosão da supernova
Maresia de mil mundos
Holocausto na foz do sistema límbico
Terremoto do lóbulo temporal

Aparelho que deixa o parietal em parafuso
Curas e causas arritmias
Teu abraço traz paz enluarada
Teu corpo é porto à deriva

Em teu rosto minha mente faz morada
Incerta jornada no mar da fascinação

ATEU POETA
5:2
18/7/2012