Pesquisar neste blog

Origem das Visitas

AROLDO FILHO

https://www.facebook.com/DelfosJornal GRUPO AROLDO FILHO NO FACEBOOK

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Excesso dos Policiais no Chile pelos Protestos

Chile vive segundo dia de protestos e presidente critica excessos policiais

Pelo segundo dia consecutivo, o Chile amanheceu nesta quarta-feira (29) com protestos e passeatas. Manifestantes encapuzados ocuparam as principais avenidas de Santiago, a capital do país – as avenidas Villa Francia, La Pincoya e Florida. Em alguns locais, o trânsito foi bloqueado e policiais usaram bombas de gás lacrimogênio para dispersar os manifestantes. Durante o protesto, havia crianças e idosos nas ruas. Houve queixas de excessos dos policiais, segundo os manifestantes.
O presidente do Chile, Sebastián Piñera, disse nesta quarta, em entrevista exclusiva à emissora estatal de televisão, que o governo não vai tolerar “excessos nem abusos” por parte dos policiais. “As queixas de abusos me preocupam. Não vamos tolerar nenhum excesso policial”, disse ele. “Não vamos tolerar excessos nem abusos por parte dos policiais.”
No entanto, o presidente também defendeu a ação policial. “Os policiais cumprem ordens difíceis. Os policiais têm de manter a ordem pública, garantir a segurança e proteger a integridade das pessoas”, disse Piñera.
Os manifestantes chilenos cobram do governo mudanças no sistema educacional do país. No Chile, o ensino superior é privado, não existem universidades públicas. Também há cobranças para que o governo amplie o sistema público de creches. Piñera disse que as cobranças são legítimas e que o governo pretende atendê-las, assim que aprovar a reforma tributária, que está no Parlamento.
Porém, Piñera avisou que o ensino superior será mantido na iniciativa privada. Segundo ele, o objetivo é garantir que o chileno gaste, no máximo, 10% do orçamento pagando as mensalidades da universidade. O presidente acrescentou também que a pré-escola cobre a maioria dos chilenos com “qualidade e gratuidade.”
Com informações da Agência Brasil