Pesquisar neste blog

Origem das Visitas

AROLDO FILHO

https://www.facebook.com/DelfosJornal GRUPO AROLDO FILHO NO FACEBOOK

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

ESCURIDÃO ETERNA


ESCURIDÃO ETERNA

Nas pedras do caminho fiz morada
Em cada jornada me perdi
Esqueço a estrada para ver constelações
Quem conta estrelas nunca estará sozinho

O universo é linda aquarela
Orquestra sem maestro nem prima-donna
A pluma canta à foz da ribalta
Com sua alta voz soprano

Chopin ao piano sublima a vida
Saio da caverna para ver o arrebol
Mas o nascer do sol também é ilusão
Que Platão não filosofou

Com o fatalismo de Nietzsche
Por mais que clareie, um dia voltaremos à eterna escuridão

AROLDO FILHO
18/09/2012