Pesquisar neste blog

Origem das Visitas

AROLDO FILHO

https://www.facebook.com/DelfosJornal GRUPO AROLDO FILHO NO FACEBOOK

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

A terra que Tudo pode e nada é proibido

Em algum lugar ou lugar algum existe a terra do Tudo pode e nada é proibido. Lá, aos que chegam lhe é assegurado o desfrute de ser como se quer e como se pode, e aos que já estão a dura sina de continuar a ser ou simplesmente fingir ser o que não é. Nessa terra, vive o Bobo bondoso, o Franco, o Cala e consente, porém, dois habitantes tem destaque, os irmãos siameses: Mau Caráter e Inconsequente. O Mau Caráter e o Inconsequente revezam os dias em ludibriar o Bobo bondoso, dono de uma risada larga e sorriso bajulador; irritar o Franco em sua astuta hipocrisia e síndrome de coitadinho; além de ter de Cala e consente a cumplicidade inconsciente para as inconsequências e contradições.
No alvorecer dos jardins de Tudo Pode e nada é proibido, Mau caráter e Inconsequente desfilam com descontração, simpatia e bajulações. Bobo Bondoso, por um curto período da vida, esteve imune às suas investidas, porém Cala e Consente esteve por mais tempo vulnerável e cego ao óbvio. Franco, escaldado de outras experiências e de outros lugares, nunca se deixou levar, porém se permitiu conviver para depois concluir o que era inevitável.
Na terra do Tudo Pode e nada é proibido, esporadicamente, encontrávamos Narciso de Saias, Olímpico NBA e o Huno. Narciso de Saia, por ser vaidoso, gostava de ocupar o centro das atenções, além de que, entre outras coisas, adorava explorar a boa vontade de Olímpico NBA. Olímpico NBA por medo de perder o afeto de Narciso de Saia submete sua vida aos seus abusos. Huno de tão bom foi ruim para consigo. Embriagado pelas astúcias dos irmãos siameses, frustrou suas expectativas para o futuro, além do inevitável, sofreu. Trocado por um instante volúvel compadeceu e preservou o que nunca existiu, a amizade.
Meio a tudo, Franco que, de tão sincero, inconveniências e maus entendimentos provocou, por anos colheu subsídios e provas, porém nunca foi compreendido e justiçado. Como os outros se embriagou, mas, diferentemente, não deixou a aparência e o falso prazer de ouvir o que se quer lhe ludibriar.
No transcorrer de um tempo atemporal e passivo às efemeridades e anacronismos, surge um novo personagem, o Estrangeiro Daqui. Estrangeiro Daqui, com a sua prudência e coerência, encantou o Bobo Bondoso que de muitas cavernas saiu e do óbvio extraiu ensinamentos. Franco, embora desgastado e desacreditado, encontrou em Estrangeiro Daqui um companheiro de angústias e convicções. Cala e Consente, diante das novas e sempre velhas observações de Franco e das intervenções inteligentes do Estrangeiro Daqui, despertou do sono e se emancipou das astúcias dos irmãos siameses, Mau Caráter e Inconsequente.
Embora desmascarados e excluídos, os irmãos siameses buscam em outros reinos desfilar as suas inconsequências e má fé para com os outros. Perdidos e sem vítimas em Tudo pode e nada é proibido, Mau caráter e Inconsequente desfilam pelo alvorecer dos jardins isolados e restritos a comprimentos mecânicos. Cobertos pelo manto da hipocrisia, escondem a sua personalidade má e suas futuras investidas em prejuízo dos outros.
Com tudo, a vida em Tudo pode e nada é proibido continua, os seus personagens vão e vem interagindo e se isolando, porém desfrutando de experiências que proporcionarão, no futuro, uma maior perspicácia e sabedoria quanto ao certo a se fazer.

Kildery Amorim Maciel

vej também o blog: http://kilderymaciel.blogspot.com/
KILDEY AMORIM MACIEL