Pesquisar neste blog

Origem das Visitas

AROLDO FILHO

https://www.facebook.com/DelfosJornal GRUPO AROLDO FILHO NO FACEBOOK

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

CRIPTA


CRIPTA

É a literatura que poetiza a vida
O mundo fica mais surreal do que deveria
Na fantasia sobrepujamos as dores
Sendo autores de nossa própria estrutura

Nada faz sonhar tanto
Canto que nos faz viajar
Em mil mares a pena se consagra
Herói de mil sagas

Arsene e Odisseu
Sigurd e Orfeu
Chorando a morte de Eurídice
Ou dominando o templo de Zeus

A tudo no transubstancia a letra bem escrita
Livro é leve cripta de evolução mental

AROLDO FILHO

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

NOTAS DO CAOS


NOTAS DO CAOS

Tua poesia não vale a metade da lágrima
Vidraça fria que se propaga na escuridão
O insumo do teu diafragma são mentiras tresloucadas
Notas insanas de caos e destruição

Quanto mais bela a arte, mais enganosa
Veneno de cobra na dobra da rosa
Espinho de asa na brasa do trovão
Magma em erupção destrói campos e casas

Vidas se perdem no fogo cruel
Um pedaço do céu caiu na sacada
Cavalo de tróia, um negro corsel
Esgrima na crima da  da cúmulo-nimbos

Espada enfiada na rima e no vento
Ilusão é alento de quem não tem noção

AROLDO FILHO

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

ESCURIDÃO ETERNA


ESCURIDÃO ETERNA

Nas pedras do caminho fiz morada
Em cada jornada me perdi
Esqueço a estrada para ver constelações
Quem conta estrelas nunca estará sozinho

O universo é linda aquarela
Orquestra sem maestro nem prima-donna
A pluma canta à foz da ribalta
Com sua alta voz soprano

Chopin ao piano sublima a vida
Saio da caverna para ver o arrebol
Mas o nascer do sol também é ilusão
Que Platão não filosofou

Com o fatalismo de Nietzsche
Por mais que clareie, um dia voltaremos à eterna escuridão

AROLDO FILHO
18/09/2012

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

SEMENTE DA SABEDORIA


Semente da sabedoria


A voz do algoz berra...
Vejam arder à fogueira das iméritas vaidades
Ouçam o grito de dor das nobres madeiras
Falem das belezas das cores nas chamas faceiras
Enganem e embriaguem no verdadeiro motivo.

Mas as sementes estão voando pelas mãos do vento
Ventos fortes e férteis aos quatros cantos
Coloridas, leves e levemente polidas
Buscam o asilo de um solo fértil da mãe terra.

Ao futuro que deve sempre ser o melhor...
Germinam.

Pintam e perfumam o quadro do mundo
Aquarela de esperança e a raiz forte
Divino da beleza que nasce aos olhos
Sem intolerância e sem guerra.

A árvore maior canta...
Em toda vida há o relógio automático
Batidas do coração no tempo e na alma
Mantendo-se em movimento vencerá a batalha
Com sabedoria e com a sagrada terra.

André Anlub

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

UM POUCO DA TRAGETÓRIA DO HISTORIADOR AROLDO FILHO



http://aroldopacoti.blogspot.com.br/#!/2012/09/um-pouco-da-tragetoria-do-historiador.html

UM POUCO DA TRAGETÓRIA DO HISTORIADOR AROLDO FILHO
 
Fiz parte da APAIP-Associação de Poetas e Artistas Independentes de Pacoti, ainda no ensino médio, 2002 a 2004, quando também despertei para a importância de um arquivo público e de um museu em Pacoti. Quando fiz parte também do jornal VISART, na escola Menezes Pimentel.
 
Comecei a executar o Projeto Semente, no 3° ano, quando fui líder de sala, em 2004, reunindo todos os líderes de sala da escola Menezes Pimentel. O primeiro projeto que escrevi para que se unisse escola e sociedade numa ação sociocultural para melhor contar a história de Pacoti, servindo de apoio ao projeto do livro didático de Pacoti de Rosimar Brito.
 
Tentei criar um grupo jovem de poetas chamado AJAS- Aliança dos Jovens Artistas, de 2004 a 2007. Título do meu primeiro blog em 2007, quando cursava faculdade de Administração na Faculdade Evolutivo em Fortaleza (2006-2007).
 
Em 2007 crie, junto com Cristiano Viana Silveira, o Jornal Delfos; que hoje é visto em 55 países, com 93 seguidores e unindo pessoas de vários Estados do Brasil. Realizei diversas entrevistas, também com pessoas de vários Estados. Destaco a entrevista com o jornalista Fábio Oliva , que é premiado nacionalmente por bravura e faz parte da ABRAJI- Associação Brasileira de Jornalistas Investigativos, do jornal "Folha do Norte". Blog: http://jornaldelfos.blogspot.com
 
Sendo o Jornal Delfos, portanto, o jornal pacotiense de maior repercussão mundial; existindo em forma de site, blog e impressão. Também é o 1° jornal universitário de Pacoti. O blog passa atualmente de 140 mil acessos.
 
Em 2008, 2009 e 2010, lecionei nas escolas Menezes Pimentel e São Luís e crie, junto com Francisco Leví Jucá Sales e com a Historiadora Rosimar Brito, a Associação Cultural SEMPRE, o Arquivo Público José Audísio de Sousa e a exposição histórica Pacoty: uma História em documentos.
 
O arquivo é o 1° no interior do Nordeste, logo, tem uma grande importância na história regional. A associação e a exposição foram acolhidas pela UECE por meio da Prof. Dr. Lúcia Helena Granjeiro, sendo, portanto, de importância histórica local também por estarem dentro de um campus experimental da Faculdade Estadual do Ceará em Pacoti.
 
Essas ações foram realizadas desde o meu primeiro dia de faculdade de História, e por causa de todas essas ações juntas é que hoje sou o 2° historiador pacotiense, e muito me orgulha que a 1ª historiadora pacotiense seja minha mãe, Rosimar Brito; que ganhou medalha de mérito legislativo em 2004.
 
Em 2011 trabalhei como pesquisador no IDACE- Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará, no Porto do Pecém.
 
Atualmente faço parte do Instituto Desenvolver.

Aroldo Filho
HISTORIADOR, POETA, PROFESSOR, BLOGUEIRO E JORNALISTA INDEPENDENTE.
11/09/2012

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

DIA NO VÁCUO

Dia no vácuo

Ontem a inspiração não deu as caras
Tornou-se peça muito rara
De um dia chuvoso de março.

Ontem nem sinal de uma ideia
Mesmo com choro e com vela
Com água que encharcou a janela
Respingou nas minhas pálidas folhas.

Ontem mudei na arte o meu foco
Já estava com saudade das bolhas
Nas tintas e em minhas mãos dos cinzéis
Dos pincéis tirei a poeira
E encruei na mente a aquarela.

Hoje na alva das nuvens...
Como bela ave do paraíso
Desceu e mostrou-me em sorriso
Pintou as folhas brancas e telas.

André Anlub

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

SONHO AZUL



SONHO AZUL

Na serra o céu é paradisíaco
O eu lírico aquece a fria alvorada
Sinfonia de alta passarada
Verde ribalta no ar

Retrato paisagista da natureza
Ímpar beleza do Ceará
Jornada enluarada de poesia
O romantismo aflora à flor da névoa

Montanhas douradas da aurora
A vista do dia a dia nada paga
Meu verdadeiro lar
Sonho azul em maestria

Não há nada igual no mundo
Poeta à solta a voar

AROLDO FILHO
3/9/2012

domingo, 2 de setembro de 2012

Portela e a atual gestão



Texto: Joseclei Nunes (Razão & cultura)


Faltando alguns meses para o carnaval de 2013, as agremiações estão com seus enredos, os sambas estão em andamento para a definição do hino.

Além da Ilha, a Portela foi dada pelos comentaristas um dos melhores enredos para o carnaval de 2013, mas em menos de dois meses tivemos duas baixas: Sharon Meneses e o casal de mestre sala e porta bandeira Rogerinho e Lucinha Nobre.

Não sou a favor de rainhas de bateria fora de sua comunidade, porém a Sharon Menezes era uma simpatia com a comunidade, era presença certa em todos os ensaios técnicos e de rua da agremiação, porém foi deposta por motivo nenhum pelo o nosso presidente.

Já Lucinha Nobre e Rogerinho foram a grande surpresa para toda comunidade portelense. Há tempos que a Portela não tinha um casal nota 10 no carnaval carioca e conseguimos isso no carnaval de 2012, mas a noticia de alguns dias atrás abalou toda a comunidade e todo o mundo do samba.

A dispensa do casal da escola gerou uma enorme insatisfação de toda a sua torcida e gerou até o afastamento de alguns diretores, mas porque da Portela nunca conseguir voltar a conquistar o tão sonhado título do carnaval, mesmo quando o vento vem ao nosso favor?

Desde a chegada da nova gestão, a escola passa por altos e baixos no carnaval carioca desde quando a gestão iniciou em 2004 e de lá ate os tempos de hoje, foram 8 carnavais e voltando apenas 3 aos desfiles das campeãs: 2008, 2009 e 2012.

Entre altos e baixos, já aconteceram coisas como alegoria pegando fogo, a barração da velha guarda do desfile, brigas internas com segmentos da escola e até corte de alas antigas, como a ala dos guanabarinos, uma ala com 50 anos de existência e agora com dispensa com aqueles que suaram para trazer a nossa escola de volta ao topo.

A escola precisa voltar aos tempos de glorias e é preciso ter uma gestão de verdade, pois de que adianta ter o melhor samba, como em 2012 e não investir em barracão. Como pode usar um argumento que precisa renovar a escola e dispensar um dos casais mais renomados do carnaval carioca?

Toda a comunidade portelense merece respeito e uma gestão de verdade, investindo em barracão, no marketing, na raiz da nossa escola, utilizando a imagem de sua velha guarda, da bateria e de outros segmentos além da nossa comunidade. Não queremos xerifes que comandam a punho de ferro, dispensando aqueles que lutam a cada dia por nossa escola.

Então, o que podemos achar onde a Portela chegará em 2013? Um dos melhores enredos, uma safra de sambas bons. A escola estava indo no caminho certo, mas a dispensa da Lucinha e do Rogerinho, colocou novamente uma interrogação para todos nós após essa decisão. Não basta deixar de investir em barracão, tem que dispensar aqueles que nos dariam nota 10. O que podemos acreditar nessa gestão e o que podemos fazer para trazer de volta a nossa escola de volta?

Como diz o trecho da musica Portela sem vaidade “Mas o portelense quer vitória”, precisamos resgatar nossas raízes e a Portela é isso, mesmo ganhando ou perder isso é normal, como o samba de 1991 com o enredo tributo a vaidade. Mas não é normal perder todo ano e agora que a escola vem falar do seu bairro e da sua historia. O nosso presidente precisa respeitar nossa comunidade e enfim, investir de fato na nossa escola, mantendo o elenco que nos deram notas máximas e trazendo aqueles que possam somar e enfim trazer de volta a taça para a comunidade de Oswaldo cruz e Madureira, mas retroceder como ele tem feito é complicado. Agora é acreditar no que ele fazendo possa dar certo, mas espero que invista em barracão ou como já dizia o capitão nascimento: “Pede pra sair”, pois a Portela não precisa de você.

sábado, 1 de setembro de 2012

SÍNTESE DO INEXPLICÁVEL


SÍNTESE DO INEXPLICÁVEL

Teu sorriso ofusca estrelas de hidrogênio
Falta oxigênio nessa natural arritmia
O mundo mudo muda, guria
Tudo vira poesia

Fantasia de um sonho profundo
Brilha o sol de mil sinfonias no abismo do teu olhar
Onde aforismos viram disparates
Onda de encanto sublime disparastes

O céu se perde em tua haste
Teu regaço é laço de arte em maestria
Fulgor, furor e fantasia
Filamentos viram frenesi

O âmago amargo se debate nas sinapses
És síntese do inexplicável

AROLDO FILHO
01/09/2012