Pesquisar neste blog

Origem das Visitas

AROLDO FILHO

https://www.facebook.com/DelfosJornal GRUPO AROLDO FILHO NO FACEBOOK

segunda-feira, 21 de março de 2011

PASSAGEIRO DO TEMPO


Aproveite a infância
Esse tempo é ligeiro
Sinta dele a fragância

Quando adolescente ouvi
É seu primeiro amor?
O tempo passa
E passa essa dor

Quando jovem ensinaram
Estude, trabalhe
Não perca tempo!
Só o esforço é que vale

Quando maduro insistia
Não tem quem me impeça
Que tempo é dinheiro
E me perdi nessa pressa

Quando velho aprendi

Que o tempo não passa
Pra quem continua criança

Que o tempo não cura
A perda do amor

Que tempo te cobra
As escolhas erradas

Que pro tempo não importa
Quem tem mais dinheiro

Que meu corpo me cobra
Por ter sido ligeiro

Que o tempo não passa
Fui eu passageiro


Versão musicada:
Passageiro do tempo

Estrofe 01:

Quando criança me disseram
Aproveite a infância
Esse tempo é passageiro
Fica somente a lembrança

Adolescente eu ouvi
Esse é o seu primeiro amor?
O tempo passa num segundo
Você esquece dessa dor

Estribilho:

Hoje eu aprendi
Que o tempo não passa
Pra quem é criança
Que a vida cobra
Por ter sido ligeiro
Que o tempo não passa
Sou eu passageiro...

Hoje eu aprendi
Que o tempo não passa
Pra quem é criança
Que a vida cobra
Por ter sido ligeiro
O tempo não passa
Sou eu passageiro...

Estrofe 02:

Quando jovem me ensinaram
Sempre estude, sempre trabalhe
Esse tempo é passageiro
E o esforço é que vale

Então maduro eu insistia
Não tem nada que me impeça
Que o tempo é dinheiro
Fiquei perdido nessa pressa

Estribilho:

Hoje eu aprendi
Que o tempo não cura
A perda do amor
Que pro tempo
Não importa dinheiro
O tempo não passa
Sou eu passageiro...

Hoje eu aprendi
Que o tempo não passa
Pra quem é criança
Que a vida cobra
Por ter sido ligeiro
Que o tempo não passa
Sou eu passageiro...